segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

A GRANDE PESCA




Os dias tristes que os discípulos tiveram em Jerusalém ficaram no passado.
Já era final de tarde, quando estavam chegando de volta à Galiléia. Agora, estavam sete dos discípulos junto à praia do Mar da Galiléia. Eles conversavam e lembravam os momentos maravilhosos que haviam passado ali com Jesus.
Quantos milagres Jesus fizera naquela região! Mas agora estavam sozinhos... Pensavam também como seriam suas vidas dali para frente. Eles estavam precisando de roupas, alimentos... Então, Pedro resolveu ir pescar. Os outros discípulos que estavam ali resolveram acompanhá-lo, pois com a venda dos peixes que conseguissem pescar, teriam dinheiro para comprar aquilo que precisavam.
Entraram em seus barcos que estavam ali na praia já há muito tempo e se espalharam em várias direções, para tentar uma boa pesca. Mas, depois de trabalharem a noite toda, não haviam conseguido pescar nenhum só peixinho. Eles estavam cansados e desapontados. Que fariam agora? Eles estavam bem perto da praia. Eis que de repente, observaram um Homem em pé à beira da praia.
- Ei, vocês, escutem! (disse o Desconhecido) Existe alguma coisa para comer?
- Não. (foi a triste resposta) Nós trabalhamos durante toda a noite, mas não conseguimos pescar nada.
- Tentem jogar a rede para o lado direito do barco. (sugeriu o Desconhecido)
Aquilo era muito estranho. Pois o dia já estava clareando, e, com os raios do sol iluminando, certamente não pescariam nada! Aqueles homens tinham muita experiência como pescadores, pois haviam passado a vida pescando naquele lago. Porém, por alguma razão que nem eles mesmos entendiam, resolveram obedecer. Quando jogaram a rede para o lado direito do barco, o milagre aconteceu. Tantos peixes apareceram na rede, que os barcos quase não conseguiam arrastá-la de tão pesada.
Um dos discípulos chamado João, quando viu o milagre, disse a Pedro que Aquele Estranho era Jesus. Quando Pedro entendeu isso, ficou tão emocionado e feliz de voltar a ver a Jesus, que deixou os seus colegas arrastando a rede e saiu nadando em direção à praia. Era bom demais para ser verdade! Sim, era verdade!
Ali estava Jesus em pé, ao lado de uma pequena fogueira, um pão e peixe sobre as brasas. Ele pediu que Pedro colocasse ali mais alguns peixes daqueles que tinham pescado, pois sabia que eles estavam com bastante fome. Então, Pedro voltou ao mar para ajudar a puxarem a rede com os peixes.
Vocês sabem quantos peixes eles pescaram? Cento e cinqüenta e três grandes peixes. Apesar dessa quantidade, a rede não se rasgou. Todos os discípulos estavam muito felizes.
Sabem crianças, esta história nos ensina uma lição muito importante. Quando queremos fazer as coisas sozinhos, do nosso jeito, muitas vezes não conseguimos nada. Mas, quando ouvimos a voz de Jesus falando a nós, através de Sua palavra, por meio de nossos pais ou de nossos professores, tudo é bem diferente. As coisas acontecem exatamente para o nosso bem.
Assim como os discípulos obedeceram, quando Jesus mandou jogar a rede à direita do barco, também devemos obedecer quando ouvirmos Sua voz!
Vamos orar, pedindo que Jesus nos abençoe, para que sempre estejamos atentos, quando Ele nos falar.

Observação: Para esta história, você pode usar uma pequena rede de pesca e aproveitar algum irmão que saiba fazer isso bem, para mostrar às crianças como os discípulos lançavam a rede. Conte de forma que as crianças vivenciem a cena em sua imaginação.



Um comentário:

Nel disse...

A pz do Senhor!!
Adorei a história, já vou utilizar com minhas crianças.
Deus te abençõe.
Bjs

http://gostosdenel.blogspot.com

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails